29/11/2014

RESENHA #46: O Colecionador de Borboletas, da Cecília Mouta.




Título: O Colecionador de Borboletas
Autora: Cecília Mouta
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 256
Nota: 4,7/5

Sinopse: Você sabe qual a verdade sobre o efeito borboleta? Nicola é um pesquisador e colecionador de borboletas que perdeu a memória. Durante sua recuperação, com a ajuda de uma psiquiatra, descobre que possui o poder de voltar ao passado e modificá-lo, e também que era apaixonado por uma garota chamada Joana, que aparece repetidas vezes em meio à suas confusas visões. Pior que uma lembrança morta, é uma lembrança que insiste em ressurgir. E Nicola terá que seguir o fio de suas vagas recordações para desvendar até que ponto alterou seu passado. Porém, este colecionador ainda não tem consciência do quanto o efeito borboleta pode ter afetado seu próprio destino.


O livro vai contar a história de Nicola, um pesquisador e colecionador de borboletas que se encontra internado numa espécie de casa de repouso. Ele perdeu a memória e, com a ajuda de sua psiquiatra, Liz, tenta se lembrar do seu passado e assim descobrir o por quê dele ter ido parar naquele lugar.
Eis que, durante esse processo de tentar lembrar do seu passado, ele descobre que tem o dom de voltar no passado, se olhar para uma borboleta verde em questão. Então ele acaba descobrindo que ele era apaixonado por uma moça chamada Joana, a qual lhe apresentou a caça à borboletas. Mas onde ela estaria hoje em dia? Será que eles se casaram? Será que ela estaria viva? Graças a esse poder, ele consegue viver momentos do seu passado e, aos poucos, as peças vão se encaixando. Descobrimos o fascínio da caça às borboletas, e sobre o efeito borboleta, que é o poder de voltar ao passado e modificá-lo.
Eu gostei bastante da história, ela é bem construída. Foi uma leitura despretensiosa, e por o livro ser de poucas páginas, a gente acaba lendo rapidinho e nem percebe. As páginas são amarelas, o que eu gosto bastante, a qualidade é boa e eu não me lembro de ter visto erros de português durante a leitura. Outro ponto positivo é que, as partes em que o Nicola volta ao passado, estão representadas em letras itálicas, então não há como se perder na leitura também. O único ponto negativo que eu achei foi que, a parte das falas entre os personagens é em aspas, não é usado o travessão, como usam normalmente. No começo você pensa que se trata de um pensamento, mas não é, são os diálogos reais mesmo, mas depois você se acostuma. Mais uma leitura nacional que eu recomendo bastante, vale super a pena.


Então, queridos leitores, por hoje é só. Espero que vocês tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar aqui o que acharam, e sigam o blog também, para ficarem sabendo quando surgir algo de novo por aqui, ok?

Um beijo, e até a próxima :*

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Novo Século e seus escritores nacionais que merecem maiores destaque, não estou certa? haha
    Adorei a sinopse e ele entrou para minha listinha de desejo da literatura brasileira!

    Beijos,
    Carol.
    (cappuccinowithlove.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  2. Uau, parece ser um livro muito bom, fiquei curiosa para ler.
    Adorei o seu blog <3

    metamorfose-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©